Comunidade Evangélica Rocha Viva

Tolerância

Campanha da Família

Efésios 5: 22 a 33 e 6:1 a 4 depois I Coríntios 4 a 8 a.

Eu quero que você chegue ao lado do seu marido / esposa e nós vamos repetir:

 

- Mulheres – Eu como mulher como esposa, sou submissa ao meu marido/noivo/namorado, porque o marido é o cabeça da mulher, assim como, Cristo é o cabeça da Igreja

- Homens, Eu como marido, amo minha mulher e entrego a minha vida por ela, assim como Cristo ama a sua igreja e entregou a sua vida por ela.

- Ambos, O meu amor por você, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, o meu amor por você jamais acabará.

- Filhos, eu como filho obedeço a meus pais no Senhor, pois isso é justo, e da mesma forma honro o meu pai e a minha mãe no Senhor, para que haja a paz e longanimidade na minha vida sobre a terra.

- Pais, como pai eu não provocarei meus filhos a ira, mas conduzirei nos caminhos do Senhor, com disciplina e admoestações no Senhor.

- Ambos, O meu amor por você, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, o meu amor por você jamais acabará.

Eu sei que para muitos aqui hoje, foi realmente difícil fazer essa declaração, por vários motivos que levaram vocês há um estágio de desentrosamento conjugal e familiar sério.

Mas tenha certeza que hoje, através dessas declarações, você já quebrou toda ação das trevas que promoveram a intolerância dentro do seu Lar.

Eu hoje, tenho certeza que hoje, as muralhas da intolerância caíram por terra em nome de JESUS, tenho certeza que a mudança já ocorreu no meu lar, e celebro hoje a transformação da minha vida e de toda a minha família.

Efésios 5:33

Vocês sabem qual o significado da palavra Tolerância?

Atitude de admitir a outro uma maneira de pensar ou agir diferente da adotada por si mesmo; ato de não exigir ou interditar, mesmo podendo fazê-lo; permissão; paciência; aptidão para suportar sem rejeições os efeitos de qualquer outro agente externo.

Em resumo SUPORTAR UNS AOS OUTROS EM TUDO, isso é tolerância

Dentro da família, deve sempre existir o bom entendimento, a paciência, a compreensão, o bom senso, o diálogo, o Amor reinando, seja qual for a situação, em qualquer momento

Se não houver os fatores acima, infelizmente nós podemos dizer que A CASA CAI !!

Sabe como funciona uma panela de pressão: Através do aquecimento interno, o ar quente ele fica comprimido e pela pressão que é exercida dentro da panela ocorre o cozimento dos alimentos rapidamente, e a válvula da panela ela funciona como o nível de tolerância entre o acumulo de ar quente dentro da panela,e a saída de ar para fora da panela impedindo que a mesma venha a explodir.A panela somente explode se entupir a válvula ou se estiver mal regulada.

Muitos casamentos, muitas famílias estão com seus níveis de tolerância desequilibrados, impedindo o bom entendimento entre todos na família.

Muitos já chegaram os índices de tolerância ZERO, onde ninguém suporta mais viver dentro do lar, pois o bom entendimento, a paciência, a compreensão, o bom senso, o diálogo, o Amor foram esquecidos

Infelizmente, valendo-se de Jo. 10.10, o inimigo tem roubado, matado e destruído famílias inteiras.

Ler Ef 5 33 e 6 1 a 4

Os valores estão invertidos, parece que a família tem vivido uma queda de braço atrás de outra. Fica uma disputa para saber quem vai ganhar, quem vai vencer, quem vai ser o mais forte, o mais fraco, o derrotado.

Problemas todos nós temos mas existem maneiras e maneiras de resolve-los Preparamo-nos para ter um casamento bom: sem conflitos. Mas o importante é sabermos que conflitos e problemas sempre haverão, e devemos ser sábios para enfrentar e vencer todo e qualquer problema !

Há 3 maneiras de enfrentar-se os problemas:

1ª Maneira – ERRADÍSSIMA - o homem e a mulher, tendo um determinado problema, colocam, cada um , A CULPA NO OUTRO.

2ª Maneira – MELHOR, MAS NÃO IDEAL - Ambos se unem para, juntos, olhar, analisar o problema. Isto é bom, mas não é o melhor, pois dificilmente os problemas do casal são tão "externos" assim. Os problemas começam DENTRO de nós e dificilmente DE FORA de nós.

3ª Maneira – MELHOR E MAIS SÁBIA – O homem procura olhar "COM OS OLHOS DE SUA ESPOSA", PARA DENTRO DE SI MESMO, isto é, ele pensa: como ela me vê? Que defeitos eu tenho? O que tenho que a irrita? e assim por diante. E o mesmo com a mulher: ela se olha como com os olhos do marido.Desta forma, cada um admitindo os próprios erros, todo e qualquer problema se resolve.

O nosso Lar deve motivo de orgulho, de alegria, de prazer, de Paz, de tranqüilidade, onde depois de um dia de trabalho nós possamos descansar, ter a família reunida seja na mesa do jantar, seja em outro lugar, falar sobre assuntos importantes, dialogar com tolerância, resolver problemas com sabedoria.

Quando falamos a palavra "LAR" entendemos ai que não se trata apenas de uma habitação, um teto, quatro paredes.

Um lar é bem mais que isso, é aquele lugar aonde a criança dá os seus primeiros passos e cai o primeiro tombo.

É o ponto de partida e referência para os filhos; lugar onde choramos e sorrimos; sofremos e sonhamos.

É no lar que aprendemos nossas primeiras palavras e recebemos  influências que nos acompanharão pelo resto de nossas vidas.

Ali nos refugiamos após um árduo dia de trabalho e  renovamos as nossas forças para o dia seguinte.

O nosso lar depende basicamente de nossas atitudes. Podemos fazer dele um lugar de prazer e conforto ou de discórdias e rixas. A bíblia diz: "andarão dois juntos se não estiverem de acordo?"

Ao invés de ser um Lar doce Lar, ser um Lar Terrível Lar.

Como construir um verdadeiro "lar (doce) lar"?

Jesus nos ensinou o seguinte:

" Todo aquele, pois, que ouve as minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;  e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha ".  (Mateus 7:24-25)

Um lar uma família, aonde os ensinamentos de Cristo não prevalecem, sofre do mal da imaturidade, que é uma característica da intolerância, vejam:

Características da Imaturidade

1 - Egocentrismo: querer prevalecer suas idéias e pontos de vista, querer esta em evidência.

2 - Falta de auto-disciplina: não assumir suas responsabilidades.

3 - Falta de auto-controle: não controlar suas emoções, sentimentos, vontades.

4 - Viver de sonhos: não enfrentar e não aceitar a realidade: dificuldades financeiras, problemas, etc.

5 - Não admitir errar: não ter a humildade suficiente para reconhecer seus erros

Características da Maturidade

1 - Família como centro: buscar sempre aquilo que seja o melhor para a família.

2 - Assumir responsabilidades: saber que o esposo e a esposa têm responsabilidades, devendo assumi-las

Dentro dessas responsabilidades dividimos as dos maridos e das mulheres:

Responsabilidades do marido:

a - Posição de liderança: o marido é o cabeça da casa, da esposa; a mulher precisa aceitar a autoridade do marido, ser submissa. Porém o marido não pode ser autoritário, o seu modelo deve ser Jesus ( Ef. 5:23-25). Assim o marido deve cuidar da manutenção da família.( I Tim. 5:8 ).

b - O Marido deve ser sacerdote do lar: O marido deve ser guia espiritual da família, devendo estabelecer na mente e coração de sua esposa e filhos a singular importância de ter o altar da família sempre em pé. Deve ser o marido responsável pela manutenção do culto doméstico diário. ( Ef. 5:26 ).

c - O Marido deve amar a sua esposa: Quando ele ama a esposa, Deus tem liberdade para criar nela o respeito por ele. O marido não deve poupar esforços no sentido de semear este amor, pois é um mandamento bíblico. ( vós maridos, amai as vossas mulheres... - Ef. 5:25,28,29 ).O marido deve lembrar que quanto mais ele ama a sua esposa, mais a esposa responde a altura desse amor recebido, respeitando-o e tornando-se cada vez mais submissa.

d - Carregar os fardos dela: ajudá-la em todos os aspectos, lembrando-se que a mulher é mais sensível que o homem ( ... vaso mais fraco... I Pe. 3:7).

e - Ser compassivo: O homem deve ser misericordioso com a esposa, não deve ser dogmático, autoritário e obstinado, mas deve cultivar um espírito de mansidão e sensibilidade com a esposa.

f - Nunca usar linguagem agressiva: evitar gritarias, ira; mas ser compreensível e amigável.

g - Deve louvar sua esposa: nunca zombar da esposa na presença de outras pessoas.

Responsabilidades da esposa:

a - Ser submissa ( Ef. 5:22 ) : a submissão de uma mulher ao homem não é uma submissão cega e sim inteligente. O marido deve lembrar que a mulher tem o direito de pensar e expressar sua idéias diferentes do marido. A submissão é um profundo sentimento de confiança arraigado no coração da mulher, com respeito à soberania de Deus na vida do marido. Isto significa que antes da mulher ser submissa ao marido, ela deve dar prova de submissão ao Senhor. Quando, porém, uma decisão tem de ser tomada e existe uma diferença de opinião, a esposa deve reagir com uma atitude de cooperação aceitando a palavra final do marido, mas sempre colocando o problema e a decisão nas "mãos do Senhor, para que Ele possa confirmar ou direcionar melhor esta decisão.

b - Auxiliadora ( Gn. 2:20 ); no sentido afetivo: se entregar ao esposo com amor e inteireza de coração.

no sentido social: conservar a imagem do marido como um homem de bem diante da igreja e da sociedade.

no sentido profissional: ajudar o marido a superar as crises que possam advir nesta área da vida.

no sentido espiritual: a esposa deve sempre orar pelo marido.

c - Deve respeitar o marido: respeito no relacionamento esposo-esposa, implica obediência e sujeição. A esposa deve honrar o marido, reconhecendo e valorizando as boas qualidades do marido e também perdoando suas falhas e erros. EQUILIBRIO

e - Deve ser fiel a seu marido: lealdade, firmeza nas afeições e sentimentos.

F - Deve ser virtuosa ( Pv. 31:10-31): valorosa

Qualidades da mulher virtuosa:

Ela é laboriosa ou trabalhadeira ( Pv. 31:13,19,24 )

É ajuizada ( Pv. 31:16,18 )

É forte e lutadora ( Pv. 31:17 )

É boa dona de casa ( Pv. 31:15,21,27 )

É sábia ( Pv. 31:26 )

É boa mae ( Pv. 31:28 )

É boa esposa ( Pv. 31:11,12,23,28 )

É temente à Deus ( Pv. 31:30 )

Continuando Maturidade

3 - Aceitar o seu esposo(a) como ele(a) é: incentivando a auto estima, valorizando os pontos positivos da personalidade do esposo(a).

4 - Admitir errar: reconhecer seus erros e limitações, buscando em Deus uma melhora. Perdoando as falhas passadas.

5 - Ajustamento conjugal: O marido e a mulher vieram de universos sociais totalmente diferentes, isto nunca deve ser esquecido. Deve o casal sempre lembrar-se destas palavras "errei", "desculpe-me", "perdoe-me", "obrigado", "eu te amo".

Tipos de maridos ou pais:

1 - Ditador: manda sozinho sem ouvir a opinião da esposa. Não dá satisfação de seus atos. É tirano, cruel.

2 - Teimoso: nunca admite que está errado. É infalível.

3 - Insensível: É frio, maus, torturador, ingrato, desprezador. É normalmente infiel.

4 - Silencioso: Este governa sem comunicação. Massacra com seu silêncio doentio.

5 - Explosivo: Dá "curto-circuito" num momento, mas logo passa a tempestade, governa pela força e ameaça, perdendo o respeito da esposa e dos filhos.

6 - Crítico: Vê sempre tudo errado. Acha que ninguém sabe fazer nada direito.

7 - Negligente: É gastador. Não se preocupa com o futuro da família.

8 - Indeciso: Não toma decisões. Dirigido pela esposa.

9 - Hipócrita: Fala bem da mulher e dos filhos na ausência, mas é hostil e briguento na presença.

10 - Ciumento (sem causa): É imaturo, desconfiado, inseguro.

11 - Ideal: Amoroso, provedor, protetor, piedoso, prudente, fiel, democráticos ( ouve e pondera opiniões antes de agir ). firme na atitudes.

Tipos de Esposas ou Mães:

1 - Malcriada: Briguenta e respondona.

2 - Opiniosa: Só dá opiniões fora de hora.

3 - Punidora: Pune o marido e os filhos de várias maneiras.

4 - Fofoqueira: normalmente é preguiçosa.

5 - Irresponsável: Imatura.

6 - Pródiga: Gastadeira sem poder.

7 - Ciumenta ( sem causa )

8 - Reclamadora: Insatisfeita.

9 - Nervosa: É agitada, gritadeira.

10 - Resigna: Desiludida.

11 - Parcial com os filhos.

12 - Ideal: Cuidadosa, piedosa, amorosa, caprichosa, trabalhadora, prudente, econômica, obediente e fiel.

Meus irmãos, essas são condições para que realmente o bom entendimento, a paciência, a compreensão, o bom senso, o diálogo, ou seja, a tolerância esteja presente na sua família, em todos os sentidos

E fazer com a palavra que está em (Mateus 7:24-25)" Todo aquele, pois, que ouve as minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;  e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha ".  (Mateus 7:24-25)

 
| Home Família Tolerância